05/03/2017








Vida


Por muito que se tente, nem sempre se consegue.
Saber dessa possibilidade torna-nos frágeis e vulneráveis.
A certeza de que existe o conseguir e o não conseguir define a grande vontade de agir.

Os optimistas pensam no conseguir, os pessimistas pensam no não conseguir.
Ninguém é pessimista ou optimista em todos os dias da sua vida.
O que me define é o que sinto.
Os outros definem-me pelo que eles sentem.

Entre o que sinto e o que os outros sentem fica uma distância grande, cada vez maior.
Viver é uma luta diária para dar dias à vida.
Somam-se momentos.
Passam momentos.
Vivem-se momentos.

O que dou é o que recebo.
Fico, sempre, com a sensação de que dou mais do que recebo.
Os outros sentem o mesmo.

Confusa esta vida de dar e receber.
Confusa esta maneira de ser.
Confusa a vida que me deram para viver...